13 fevereiro 2011

Estranho

Achei muito estranho a conclusão da Comissão de Ética da Câmara Municipal de Florianópolis.
Até onde sei, todo o processo teria se baseado apenas em informações verbais. Foi um disse, me disse e fulano disse. Até aí tudo bem; o que não se compreende é como o denunciante ficará de fora da "punição", se somente falou sobre a proposta de venda de voto depois que perdeu a candidatura para a presidência da câmara.
É provável que o Poder Judiciário seja chamado para "apitar" esse jogo.
E vamo que vamo...